No ar desde 16 de janeiro de 1998.
Bem-vindo(a)!
Faça seu login ou cadastro.
É grátis e você concorre a prêmios!
cadastro/login

A Terra com 3 Luas?

por Richard Imgärtchen em 17/04/2024
Pedimos pro DALL-E mostrar como seria São Paulo daqui 1000 anos e o resultado foi surpreendente.. confira.

Microsoft Copilot
26.612 visualizações

Pedimos pra inteligência artificial DALL-E mostrar como será São Paulo daqui 1000 anos e ela nos entregou as imagens que vocês estão vendo.

Imediatamente notamos que haviam 3 luas no céu e questionamos DALL-E da seguinte forma:

- Por favor, explique por que a Terra poderia ter três luas no futuro (1000 anos no futuro) - explique em português do Brasil, por favor - adicione as fontes de sua pesquisa e o que você acredita ser a fonte mais provável para ter 2 luas extras.

E a resposta veio assim:

Certamente! Aqui está a explicação em português do Brasil:

A possibilidade de a Terra ter até três luas no futuro, incluindo 1000 anos à frente, pode ser considerada com base em teorias astronômicas e dinâmicas orbitais. As razões para isso incluem:

  1. Captura de Asteroides: Asteroides que passam perto da Terra podem ser capturados pela gravidade do nosso planeta e se tornarem satélites temporários ou permanentes. Isso depende de vários fatores, como a trajetória e a velocidade do asteroide.

  2. Pontos de Lagrange: Objetos podem ficar presos nos pontos de Lagrange, que são posições estáveis no espaço onde as forças gravitacionais de dois grandes corpos, como a Terra e o Sol, equilibram a força centrífuga de objetos em órbita.

  3. Nuvens de Poeira: A Terra já possui duas “luas” de poeira conhecidas como nuvens de Kordylewski, situadas nos pontos de Lagrange do sistema Terra-Lua.

  4. Colisão e Coalescência: No início caótico do Sistema Solar, luas se formaram a partir de colisões e da coalescência de detritos ao redor dos planetas. Embora isso seja menos provável de acontecer agora, ainda é uma possibilidade teórica.

A fonte mais provável para a aquisição de luas adicionais seria a captura de asteroides do cinturão principal entre Marte e Júpiter. Muitos corpos pequenos com órbitas variadas existem nessa região, e alguns deles poderiam ser direcionados para a Terra devido à influência gravitacional de outros planetas.

É importante notar que, embora esses cenários sejam possíveis, eles são muito raros e exigiriam um conjunto preciso de circunstâncias. O entendimento científico atual sugere que é improvável que a Terra capture naturalmente uma nova lua de tamanho significativo no futuro próximo. No entanto, o estudo de miniluas e quase-luas continua a fornecer informações valiosas sobre a história e a dinâmica do nosso sistema solar.

Minha pesquisa é baseada em conhecimentos astronômicos e estudos de dinâmica orbital até o ano de 2021, e não tenho capacidade de prever o futuro ou realizar pesquisas independentes. Portanto, as informações fornecidas são baseadas em teorias e modelos científicos existentes até essa data.

O DALL-E é facilmente acessável no endereço https://copilot.microsoft.com . Escolham a opção "Designer" e vocês estarão usando o DALL-E.

Divirtam-se.

Um forte abraço,

Equipe do Gr@tis


 

 "Ninguém opinou ainda. Que tal ser o(a) primeiro(a)? Faça seu login e envie seus comentários! :)" - Equipe do Gr@tis


"O Gr@tis é provavelmente o único site de software em língua portuguesa que se preocupa em reduzir a quantidade de informações de forma a facilitar a navegação do Internauta. Nós não temos o maior acervo de software. Nós temos o melhor!" - Richard Imgärtchen - Diretor Gr@tis

Termos de uso e política de privacidade: O Gr@tis não é empresa. É um site pessoal independente, criado e mantido por pessoa física, sem vínculos ou afiliações. O autor e responsável por este site é Richard Imgärtchen. O uso deste site é gratuito e todo seu conteúdo está sujeito à mudanças sem prévio aviso. A extração, cópia ou reprodução do conteúdo aqui disponível, de forma manual ou automatizada, somente pode ser feita se autorizada por escrito pelo autor deste site. Nós não colocamos este site em mãos de terceiros (serviços conhecidos como "nuvem/cloud", "hospedagem/hosting", "colocation/housing", "servidor virtual/dedicado", "data center" etc). Os dados pessoais porventura informados no cadastro deste site (nome, email, endereço etc.), bem como todo o conteúdo deste site e nosso servidor de email, ficam armazenados em equipamentos próprios, dentro de nossas instalações privadas. Somente o responsável por este site gerencia e tem acesso a tudo isso. Nós não compartilhamos e nem deixamos seus dados nas mãos de terceiros, nunca. Sua foto e seu primeiro nome irão aparecer sempre que você se conectar (fizer login) no nosso site e participar de alguma atividade que mostre isso. Nosso site fornece ao seu navegador um único cookie, composto por um código de 32 caracteres, denominado "htscallerid", o qual é tecnicamente necessário. Sem isso o site não tem como reconhecer quem efetua o login. Um segundo cookie, denominado "alertID" é armazenado no seu navegador (dentro do Local storage) para que os alertas que eventualmente aparecem no topo do nosso site não apareçam novamente, caso você os feche. Você tem a opção de bloquear cookies no seu navegador Internet, mas se fizer isso não conseguirá fazer login no nosso site e nem fechar os alertas, por questões meramente técnicas. Nos reservamos o direito de alterar os termos de uso à qualquer tempo, sem prévio aviso. Os cuidados com seus dados (política de privacidade) permanecem sempre, de acordo com a lei e o respeito ao próximo, à moral e aos bons costumes. Ao utilizar este site você autoriza e concorda com tudo isso. Agradecemos sua confiança. (Site com tráfego encriptado SSL com chave RSA de 2048 bits)

*O site Gr@tis foi 19 vezes eleito o melhor no Prêmio iBest, através de voto popular auditado.

®©1998-2024 Gr@tis (GRATIS.COM.BR) - Todos os direitos Reservados - All Rights Reserved. Proibida a reprodução total ou parcial.